Para onde está indo seu relacionamento?

A sociedade nos enfia muitos dogmas na cabeça. Que só podemos amar uma pessoa. Que quem ama sente ciúmes. Ou que as relações têm que sempre andar pra algum lugar, avançar, atingir metas, “evoluir”.
Quando me sinto amando muito, às vezes tenho esses rompantes de “levar o relacionamento para a próxima etapa”.
Mas essa ânsia não resiste a três segundos de reflexão.
Afinal, quais são essas metas? Morar junto, noivar, casar, ter o primeiro filho, comprar uma casa?
Nem eu nem ela queremos nada disso. Nada disso nos parece minimamente desejável.
Confesso que ainda tenho dentro de mim essa vontade súbita de “ir a algum lugar com o relacionamento”, mas, quando olho pra frente, não existe nenhum lugar para onde eu queira ir.
Já estou no melhor lugar onde poderia estar.

Nenhum comentário: