O que o bicho não come, é do homem!

Uma vez um amigo chegou para mim e disse:
"Pri! O que é do homem o bicho não come"
Nunca levei isso muito a sério.
Aliás sou muito mais cética do que crente.
Tenho fé? Tenho!
Mas chega um ponto que a razão toma minha fé.
E quando esse dia chega, sai de baixo!
Quando coloco algo na cabeça, ou tomo uma decisão, é muito difícil me tirar dela.
Não que eu seja teimosa.
Aliás sou muito democrática.
Tento sempre fazer o melhor possível para atender bem toda e qualquer expectativa.
Mas chega a hora que a jiripoca pia!
O que era quente, vira extremamente gelado.
Não é culpa minha, não é nada planejado!
É como um "START" que dá por dentro.
Então o que é do homem às vezes deixo ali... Ao léu!
Acredito em destino porque acredito em escolhas.
Nossas escolhas fazem nosso destino.
O acaso é o acaso.
O resto é nosso.